Como fazer seus nós de gravata? Veja formas diferentes, simples e elegantes

Aprender a dar nós de gravata, para algumas pessoas, é uma verdadeira missão impossível. Isso porque, além de deixar a roupa elegante, também é preciso que fique confortável. Afinal, ninguém quer que os nós de gravata fiquem apertando o pescoço, não é? Pensando nisso, preparamos um post mostrando como fazer seus nós de gravata de formas diferentes, simples e elegantes.
  | Leitura: 4 min
23 de fevereiro de 2022
Homem fazendo um dos nós de gravata

Aprender a dar nós de gravata, para algumas pessoas, é uma verdadeira missão impossível. Isso porque, além de deixar a roupa elegante, também é preciso que fique confortável. Afinal, ninguém quer que os nós de gravata fiquem apertando o pescoço, não é? Pensando nisso, preparamos um post mostrando como fazer seus nós de gravata de formas diferentes, simples e elegantes.

Existem alternativas das mais simples às mais rebuscadas, mas é preciso ter em mente que cada opção é mais ou menos indicada para determinadas ocasiões. A questão é que, independentemente disso, conhecer o passo a passo para as principais versões pode ser essencial. Continue sua leitura e aprenda!

Exemplo de nós de gravata: o modelo mais simples!

Não tem jeito, uma hora ou outra você pode precisar fazer, pelo menos, o tradicional nó de gravata Simples. Como o próprio nome já diz, ele não demanda muitas complexidades, podendo ser usado nos mais variados tipos de situação. Para começar sua execução, você deve passar a ponta mais larga da gravata por cima da outra, dando uma volta completa.

Feito isso, segure a ponta, passe mais uma vez pela parte da frente e, na sequência, atravesse a parte larga por dentro do colarinho, fazendo um nó. Depois, é só ir puxando a ponta estreita e ajustar de forma que você não aperte muito o pescoço e fique confortável. O ideal é que a altura fique regulada com a linha do seu cinto, quase encostando a ponta na fivela.

Nós de gravata duplo

Você já está familiarizado com a versão simples? Então, que tal partirmos para o nó de gravata Duplo? Ambos são bastante semelhantes, mas, aqui, há uma segunda volta. Esse nó pode ser bastante recomendável para gravatas fabricadas com tecidos mais finos ou simplesmente para dar mais estrutura ao seu visual.

Também chamado de ‘Príncipe Albert’, um nó de gravata Duplo demanda, antes da execução do laço, uma nova rotação. Depois, é só largar o ponto de apoio e puxar a ponta grossa delicadamente para ajustar no pescoço e arrumar o colarinho. O nó de gravata Duplo pode ser a escolha perfeita para casamentos, formaturas e eventos mais formais.

Nó de gravata Windsor

Por fim, não dá para fazer um conteúdo falando sobre os principais nós de gravata, sem falarmos de um clássico: o Windsor. Sua utilização é mais recomendada para qualquer ocasião formal, sendo adequada para colarinhos abertos. No entanto, como é mais difícil de fazer, contar com a ajuda de alguém mais experiente pode ser fundamental.

Para fazê-lo, passe a gravata em volta do pescoço e puxe a ponta estreita até o meio do peito. Depois, cruze a ponta larga sobre a estreita perto da gola e tente mantê-la ajustada, formando um X. Em seguida, dê um laço com a ponta larga por dentro da volta no pescoço, passe por dentro da porção amarrada e puxe para baixo.

Para terminar, passe novamente a ponta grossa por entre as tiras que circulam o pescoço de fora para dentro e a ponta da gravata sobre o triângulo formado. Depois, suba a ponta grossa de novo até o pescoço e passe por dentro do oco formado pela mão e o tecido. Arrume o colarinho e você estará pronto e elegante!

Agora, você já sabe como fazer nós de gravatas, mas não se esqueça que o resto do look também é muito importante para o visual!

Gostou de aprender como fazer seus nós de gravata? Quer conferir mais posts? Então, não deixe de assinar a nossa newsletter!

COMPARTILHE O POST:

No data was found

Inscreva-se na nossa newsletter

e fique por dentro de todas as novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.