Por que evitar ‘Black Friday’

Correntes defendem que expressão tem conotação racista. Na Reserva, o termo foi substituído por Best Friday
  | Leitura: 2 min
24 de novembro de 2020

“Denegrir”; “a coisa tá preta”; “lista negra”; “serviço de preto”. Você já parou para pensar sobre a origem de certas expressões? No Dia da Consciência Negra, o departamento de Felicidade da Reserva lançou um quiz sobre vários termos que associam os adjetivos “preto” e “negro”, entre outras palavras, a situações negativas.

Há quem defenda a tese de que o mesmo acontece com “Black Friday”, ou Sexta-feira Negra. A expressão serve para definir o dia seguinte ao feriado de Ação de Graças, feriado americano comemorado na última quinta-feira de novembro. A reabertura do comércio tradicionalmente tem grandes promoções – a tal Black Friday. Por lá, aparentemente, o termo não tem conotação negativa – “to be in black” equivale a “estar no azul”, em português.

No entanto, uma corrente aponta que o termo, indiretamente, possa ser ofensivo, pela associação de preços baixos/produtos em promoção à palavra “negra”.

– Não há nenhum fato comprovado histórico que determine que o termo “Black Friday” tenha uma conotação direta racista ou ligada à escravidão – diz Sandra Vale, da Potência Diversa, consultoria especializada em diversidade, gênero e raça. – Mas nos últimos anos, muitas empresas aderiram ao cancelamento desse termo, entendendo que mesmo que não haja uma correlação direta, é preciso mudar a prática naturalizada de vincular palavras que têm relação direta com a população negra, à uma conotação negativa. E esse é o ponto principal – explica Sandra.

Voltando ao quiz que preparamos, a lógica é a mesma, na avaliação a consultora.

– Nesse sentido o cancelamento do termo é uma forma também de tirar do senso comum e da naturalização termos racistas, discriminatórios e ofensivos à maior parte da população brasileira, que é a comunidade negra. O movimento busca dessa forma uma revisão da linguagem cotidiana que permeia toda a sociedade, dando assim um novo significado à existência das vidas negras por meio de um contexto positivo e acolhedor – diz Sandra.

A partir deste ano, o termo “Black Friday” foi substituído, na Reserva, por “Best Friday”. Ficou melhor, não? E, a propósito: os descontos estão imperdíveis. Acesse nosso site e confira.

COMPARTILHE O POST:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Inscreva-se na nossa newsletter

e fique por dentro de todas as novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *