Saudades de aglomerar

Marcos focou no trabalho, no período em que esteve doente, e não vê a hora de se reunir novamente com os amigos
  | Leitura: 2 min
3 de dezembro de 2020
saudade

Saudades de aglomerar, né, meu filho?

– De aglomerar, de ir pro samba, todo mundo espremido, tomar uma cerveja tranquilo, poder celebrar a vida juntos – diz Marcos Leite, que teve Covid no fim de abril, na companhia da sogra e da mulher – o filho, se pegou, foi assintomático. Neste Natal, além de celebrar a vida, a Reserva traz uma mensagem positiva, de esperança, através de 16 personagens que superaram o coronavírus. Gente como Marcos.

Ele lembra que focou no trabalho – Marcos é do departamento financeiro da Reserva –, e isso ajudou a superar o período.

“Sinto falta de ir pro samba, todo mundo espremido, tomar uma cerveja tranquilo, poder celebrar a vida juntos”


– O trabalho ajudou. Quando você tem um objetivo maior, nem para pra pensar nos efeitos no corpo. Algumas vezes, depois do almoço eu deitava pra recuperar o mínimo de energia, o que eu nunca tinha feito na vida.

A sensação de prostração e cansaço ficaram pra trás depois de duas semanas, e mesmo nos momentos mais difíceis ele se desesperou, especialmente em relação à empresa.

– Sou otimista por natureza. Fizemos muita coisa boa nesse período, mesmo à distância nos aproximamos, de diversas formas. Sempre tento ver o copo meio cheio, tenho o sorriso fácil.

Claro que, como já se sabe, Marcos tem sentido saudades de se reunir com a galera.

–  Faz falta estar com os amigos, ver as vitórias dos outros, dos que estão próximos. Neste Natal tem que agradecer muito, apesar de toda essa tragédia humana que estamos passando, pessoas morrendo ainda todos os dias, tenho que agradecer por não ter tido nenhuma perda de pessoas próximas, agradecer à vida. Deus foi generoso comigo – avalia.

E para 2021, qual é o grande desejo?

– A vacina.

A propósito, a boa nova vem chegando ainda este ano. Semana que vem, a Inglaterra começa a vacinar seus cidadãos. Portugal já anunciou que deve organizar filas (ainda com distanciamento) a partir da primeira semana do ano, e aqui no Brasil o governo prevê para março o processo, embora São Paulo tente antecipar em seu território. Que tudo se realize.

COMPARTILHE O POST:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no pinterest

Inscreva-se na nossa newsletter

e fique por dentro de todas as novidades!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *